Dicas do Gaveteiro

Conheça o sofá Qwerty da Zo_Loft

Escrito por gaveteiro_admin

Criatividade? Só se for com os italianos. Conheça agora com o Blog do Gaveteiro tudo sobre o sofá Qwerty.

O estúdio de design e arquitetura italiano Zo_Loft pegou como inspiração o teclado de computador e criou um sofá que é perfeito para os escritórios de tecnologia, o Qwerty.

O charme do sofá Qwerty não está só na aparência: pequenos motores elétricos acoplados na parte traseira regulam a altura das “teclas”, que na realidade são as almofadas, permitindo que o sofá seja também transformado em cama.

Características do sofá Qwerty

Com pernas em aço inoxidável, a peça é um dos produtos criativos que já estão fazendo sucesso nos escritórios mais descolados.

Criatividade, aliás, é o que não falta no sofá, que é ativado através de controle remoto. O estiloso móvel vai bem também em home offices, com suas teclas – letras, acentos, símbolos e barra de espaço – que podem transformar-se em mesinhas laterais ou travesseiros, por exemplo.

Como tudo começou

O cansaço de tanto trabalhar foi justamente a grande inspiração das mentes criativas da Zo_Loft, que partiu do princípio de que, mais cedo ou mais tarde, todo mundo acaba pegando no sono em cima do teclado.

Perfeito para geeks e escritórios de tecnologia, o sofá Qwerty pode ser regulado também para sustentar controles remotos ou aquele lanchinho do final da tarde.

Todas as teclas são ajustadas individualmente, que é o que torna esses um dos produtos mais interessantes – você faz o formato que quiser sem o menor esforço.

Bonito, criativo e confortável, ele tem tudo para ser o queridinho dos geeks e de quem não descola do computador o tempo inteiro – só que agora vai poder dormir em cima do teclado de forma muito, mas muito mais confortável!

Clique aqui para adquirir móveis para o seu escritório.

Para saber de mais dicas como essa, siga o Blog do Gaveteiro nas redes sociais para ficar por dentro de tudo em primeira mão.

Sobre o autor

gaveteiro_admin

Deixar comentário.

Share This