Dicas do Gaveteiro Pausa para o café

A importância do inglês no mercado de trabalho

Escrito por gaveteiro_admin

Não podemos negar que o mercado está cada vez mais competitivo. Com essa competição, a exigência por melhores currículos e profissionais mais capacitados são ainda maiores. E quanto ao inglês no mercado de trabalho?

Exigência do inglês

Dominar o idioma tornou-se fundamental hoje em dia, não há como fugir do inglês. A exigência do inglês no mercado de trabalho vai desde do básico ao avançado. Aqueles que falam fluentemente recebem mais propostas de emprego, são vistos de outra forma pelas empresas e, por fim, mas não menos importante, ganham mais.

inglês no mercado de trabalho

Habilidades para um novo idioma

Aprender uma segunda língua não é uma tarefa fácil, exige esforço, concentração e persistência. É necessário estar em contato diário com a língua, estudar sua gramática, praticar a oralidade e ouvir.

Confira aqui mais dicas para não ficar fora do mercado de trabalho.

Por isso, aprender uma língua estrangeira requer tempo, disposição e foco. São inúmeros os cursinhos oferecidos, com variados preços e métodos, mas você só irá aprender um idioma se realmente houver empenho.

De nada adianta frequentar as aulas, se não houver uma aproximação com o idioma.

Melhor momento para aprender inglês

E qual a melhor forma de estar em contato com o inglês? É importante treinar o listening assistindo filmes com legendas, buscar associar o escrito com o falado, identificar a tom da língua, perceber perguntas e afirmações, tudo isso contribui para uma maior percepção e aprendizagem.

inglês no mercado de trabalho

Além disso, ouvir músicas, ler adaptações voltadas para o seu nível, falar, nem que seja sozinho, pensar em inglês, são técnicas proveitosas. No que diz respeito à escrita, criar o hábito de fazer pequenas anotações e listas de supermercado já é um começo.

Conheça o melhor método para você

Como já dito, existem diferentes cursinhos, então o ideal é fazer uma pesquisa. Descobrir o método usado, assistir uma aula de demonstração, conversar com o professor, entender a sua didática, são atitudes que possibilitam encontrar algo que se adeque melhor ao aluno.

Afinal, cada um aprende inglês de uma forma diferente, é tudo muito pessoal. E frequentar um cursinho com uma didática que não combina com o aluno é perder tempo, jogar dinheiro fora.

Outro dado que não pode ser esquecido, é ver o tipo de apostila e livro usado. Há pessoas que aprendem mais com um conteúdo gramatical, já outras preferem construções sintáticas mais orais.

inglês no mercado de trabalho

Devemos encarar o inglês e qualquer outra língua estrangeira com naturalidade. Essa é a primeira regra para estudar o idioma, pois errar é natural, e é errando que se aprende.

Então, não se iniba e nem tenha pensamentos do tipo: “Não vou conseguir” ou “Minha pronúncia é péssima”. O conhecimento vem aos poucos, juntamente com uma boa pronúncia. Right?

banner com imagem de produtos de uso corporativo, imagem contém botão para fazer cotação online

Continue seguindo o Blog do Gaveteiro nas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades do mundo do trabalho.

Sobre o autor

gaveteiro_admin

Deixar comentário.

Share This