Escritório virtual

Evolução das mídias de armazenamento: Tamanho não é documento.

Escrito por gaveteiro_admin

Desde os tempos imemoriáveis da era da informática, armazenar arquivos e mídias sempre foi essencial para segurança das informações e para que elas não se perdessem caso o computador pifasse, entretanto, quanto mais tecnologia e acessibilidade conseguimos no decorrer dos anos, mais as mídias de armazenamento ficaram obsoletas. Que tal acompanhar um pouco da evolução das mídias de armazenamento!

Disquete

Criados na década de 70, é o “primata” da mídia de armazenamento.

As primeiras versões mediam 8 polegadas e disponibilizavam pouco espaço para armazenamento, em média 80kb, ou seja, quase nada. Até os anos 90 ele evoluiu um pouco aumentando seu espaço de armazenamento, chegando até 1,4Mb, ou seja, continuou com pouco espaço e por isso tornou-se um objeto ameaçado de extinção.

Confira a evolução das mídias de armazenamento

CD

O CD (Compact Disc) é um pouquinho mais novo que o disquete tendo surgido nos anos 80 e aposentando o nosso querido e clássico vinil! Posteriormente  ele foi usado no lugar do falecido disquete para armazenamento de diversas mídias, onde além do sucesso musical, tornou-se sucesso na informática também.

Com tamanho de 12 cm, possuía capacidade de armazenamento de até 750Mb, o equivalente a 486 disquetes. Convenhamos que foi uma grande evolução! Com esse espaço de armazenamento ele também foi muito usado como dispositivo para backup.

DVD

O DVD (Digital Versatile Disc) é um pouco mais jovem, tendo sido criado em 1997, mas foi comercializado aqui no Brasil apenas nos anos 2000. E mais um assassinato ocorreu; mataram o VHS! Passamos a assistir aquele filminho maroto nele graças aos seus 4,7Gb de espaço.

E não contente com essa revolução que já havia feito no mercado, foi criado o DVDR-W, também regravável mas com a vantagem de ter muito mais memória que o CDR-W.

Cartão de memória

Este pequenino objeto trouxe ainda mais evolução. Criado no final dos anos 90, continua vivo no mercado sendo o dispositivo de memória de muitos objetos como, máquina fotográfica, tablet, celular, consoles de vídeo games portáteis e outros.

O principal atrativo dele é seu tamanho pequeno, mas com grande espaço de armazenamento.

Confira a evolução das mídias de armazenamento

Pendrive

Nascido no ano 2000, o pendrive é um dispositivo móvel que faz a conexão com o computador ou equipamento através de uma entrada USB.

Esse foi um divisor de águas no mundo das mídias de armazenamento, pois através de sua resistência, velocidade e grande capacidade de armazenamento, logo caiu no gosto popular.

HD Externo

Finalmente se você tem mais arquivos que amigos, o HD externo é a melhor solução para sua vida. Ele não é portátil como o pendrive, mas com ele é possível armazenar muito mais arquivos, imagens, filmes, videos, livros, etc.

Confira a evolução das mídias de armazenamento

Não pense que ele é moderninho, ele é o mais velho de todos, foi lançado em 1957, mas possuía a capacidade de armazenar apenas 5Mb, quase nada comparado aos 3Tb que suporta hoje um HD portátil.

banner com imagem de produtos de uso corporativo, imagem contém botão para fazer cotação online

Continue seguindo o Blog do Gaveteiro para ficar por dentro de todas as novidades em primeira mão.

Sobre o autor

gaveteiro_admin

1 comentário

Deixar comentário.

Share This