Construção Civil Indústria

Episódio 02 – Série Especial EPI: Proteção Ocular e Facial

mascaras de proteção
Escrito por gaveteiro_admin

Para garantir a proteção dos olhos e rosto dos trabalhadores, encontre aqui algumas dicas para escolher o EPI adequado para cada tipo de trabalho!

Para garantir a proteção do rosto e dos olhos, alguns equipamentos de proteção individual devem ser utilizados pelo trabalhador durante o expediente. Aprenda aqui a escolher e como usar o EPI adequado para cada tipo de serviço.

• O Que São EPI’s Oculares e Faciais?

Os equipamentos de proteção ocular e facial são itens essenciais para trabalhadores que estão expostos a riscos como impacto de partículas volantes, luminosidade excessiva, radiação ultravioleta, infravermelha e respingos de produtos químicos. A proteção varia conforme o equipamento, o tipo de trabalho exercido e a forma como o óculos ou o protetor facial são confeccionados.

 

• Tipos de Proteção Ocular e Facial:

– Protetores Faciais

Os mais comuns são os que contem um visor articulado fixado a uma testeira que se ajusta ao usuário por uma carneira regulável por furos ou catracas. A maioria dos visores é feito em policarbonato, mas existem algumas variações. Por exemplo; quando há risco de impacto, podem ser transparentes. Em caso de ambiente com altas temperaturas, a viseira deve ser aluminizada; em operações de soldas a viseira deve ser de Celeron ou materiais termoplásticos para que não derretam e é sempre crucial usar a tonalidade correta dos filtros de luz, de acordo com o tipo de solda e amperagem do equipamento.
Protetores faciais devem ser usados quando o trabalhador entra em contato com partículas volantes em serralherias, aplicação de defensivos, apicultura, jateamento, atendimento a emergências por bombeiros e contra riscos químicos e biológicos.

 

exemplo-de-protetor-facial-articulado-com-capacete-azul

– Óculos Protetores

Óculos de segurança devem ser usados por trabalhadores que tenham qualquer atividade que crie risco de dano aos olhos, tanto em ambientes externos quanto internos. Os óculos de proteção são indicados contra impactos de partículas volantes multidirecionais, poeiras, pós, gases, respingos de líquidos corrosivos, altas temperaturas, luminosidade intensa, radiações violetas, infravermelhas, de raio-x e laser. Cada situação requer um modelo de lente específico, os mais comuns são:

1. Lente Transparente: usados em situações de luminosidade normal.

2. Lente Amarela: quando há baixa luminosidade.

3. Lente Escurecida: em ambientes com alta luminosidade. As lentes podem ser verdes ou cinza.

Os modelos de óculos também variam conforme o tipo de trabalho exercido. É crucial saber em qual tipo de função o trabalhador irá usar os óculos, existem óculos com proteção lateral,  simples e com sobreposição, que podem ser utilizados em cima dos óculos de grau.

 

oculos-de-protecao-visual-amarelo-verde-cinza-transparente

– Máscaras de Solda

As máscaras de solda foram feitas para proteger olhos, face, orelhas e parte frontal do pescoço do usuário contra exposição a radiações ópticas e fagulhas geradas pela soldagem. Elas devem ser usadas com óculos de segurança e produzidas em materiais resistentes a altas temperaturas.  mascaras-de-solda-pretasOs modelos atuais têm visores maiores que ajudam a melhorar o campo de visão do trabalhador e suas suspensões são cada vez mais confortáveis. As especificações de EPI para soldadores são muito criteriosas e devem oferecer aos profissionais a proteção mais efetiva possível de forma que não interfira em seu desempenho no decorrer do dia de trabalho.

As máscaras devem proteger contra calor excessivo, movimentos repetitivos, projeções de partículas, agulhas, respingos, eletricidade, fumos de soldagem, radiações infravermelhas ultravioleta e luz visível intensa.

O visor pode ser fixo ou articulado, com auto escurecimento ou não. Esses capacetes são usados em indústria automobilística, de autopeças, mecânica, forjarias, ferroviária, construção civil, naval etc.

– É possível acoplar o protetor facial ou óculos a capacetes de segurança, fazendo assim proteção combinada.

• Dicas para escolher o EPI adequado:

1- Os visores faciais devem resistir a impactos, respingos líquidos, luminosidade intensa, altas temperaturas e radiações. Os materiais mais adequados para a confecção desse tipo de equipamento é o policarbonato ou o PETG. Resina e acrílico são proibidos, verifique sempre com o fabricante qual material está sendo utilizado.

2- Em caso de proteção contra solda, o responsável deve fornecer ao trabalhador a máscara com a tonalidade correta de filtro de equipamento-de-protecao-ocular-protecao-facial-oculos-de-epi
luz, de acordo com o tipo de solda e amperagem do equipamento.

3- Óculos de segurança possuem diversos modelos. As armações variam em nylon, acetato, policarbonato, PVC ou ABS; as lentes em cristal oftálmico e policarbonato e tratamento anti-risco e/ou anti-embaçante. Lentes de cristal oftálmico têm excelente transparência, visibilidade contra riscos e qualidade ótica, mas perdem no peso e na resistência contra impactos. Já as lentes feitas em policarbonato têm alta resistência contra impactos são mais leves e finas, mas perdem em durabilidade e nitidez. A atenção deve ser redobrada se o funcionário precisa usar lentes que protegem contra raios violetas ou infravermelhos. Todos os óculos devem ter o nome do fabricante, número do C.A., a tonalidade da lente quando esta for indicada contra radiação e a letra “S” quando for óculos indicados apenas para luminosidade intensa.

4- Equipamentos de proteção facial e ocular não são descartáveis, mas tem prazo de validade e duração. Para que seu equipamento tenha vida útil prolongada é importante higienizá-lo corretamente seguindo todas as indicações fornecidas pelo fabricante.

5- Se você notar danos físicos como riscos, trincas, quebra ou quando seu equipamento de proteção estiver sujo de forma que a limpeza convencional não resolva o problema você deve pedir ao responsável que o troque imediatamente.

6- Filtro de luz em máscaras de soldas não devem receber pancadas exageradas que podem danificar o cristal líquido e no caso de filtro eletrônico não existe prazo de uso já que este tipo de filtro permite a troca de baterias.

Confira nosso episódio anterior: Proteção dos pés.

 

 

 

 

Sobre o autor

gaveteiro_admin

Deixar comentário.

Share This