Agropecuária Construção Civil Indústria Manutenção Predial

Episódio 08 – Série Especial EPI: Roupas de Proteção

Escrito por Fernanda Silva

Muito mais do que adequação ao ambiente laboral, alguns trabalhos exigem proteção e sinalização nas vestes do trabalhador. Saiba tudo sobre EPI uniformes!

Estar rodeado de sinalizadores, cones e faixas nem sempre é sinal de segurança. Alguns trabalhos, exigem controle de proteção e sinalização na própria vestimenta do trabalhador.

Os uniformes EPI devem atender todas as normas exigidas de proteção e saúde.  Confeccionadas com materiais que protegem o trabalhador, as vestimentas de segurança auxiliam no desenvolvimento de funções em locais que oferecem riscos como queimaduras, cortes, umidade entre outros.

O que são?

Roupas-de-protecao-individual-no-trabalho-capacete-de-epi-luvas-de-epi-caixa-de-ferramenta-ferramentas-de-trabalho

Vestimentas de segurança ou conjuntos de peças para o corpo são EPI’s  que auxiliam o trabalhador na proteção contra agentes físicos, químicos, elétricos e biológicos.

O anexo I da NR-6, informa quais riscos os trabalhadores estão expostos e qual o uniforme de segurança adequado para usar durante a realização da função. Algumas normas trazem informações sobre riscos específicos, como é o caso da NR-10, que informa quais vestimentas de segurança são indicadas para trabalhos que envolvam eletricidade, por exemplo. 

O mercado brasileiro fornece diversos tipos de roupas de proteção, mesmo antes de haver leis regulamentadoras que confirmavam se a proteção era efetiva ou não. Atualmente para confirmar a efetividade da roupa, o C.A. (Certificado de Proteção) pode ajudar a escolher um equipamento de EPI de qualidade e com resistência.

 

Tipos de Vestimentas.

Existem diversos tipos de vestimentas confeccionadas com um material diferente para cada função.

Uniforme

Trabalhadores-vestind-roupa-de-protecao-individual-capacetes-mascara-roupas-especiais

Esse tipo de vestimenta serve para identificar o trabalhador em sua função e para protegê-lo dos riscos que corre com o seu trabalho. Normalmente esses uniformes são confeccionados em partes para o membro superior, com camisetas e blusas, e membros inferiores com calças e perneiras. Exemplos:

 

  • Uniforme Contra Incêndio: Devem atender as disposições da NR-23. São feitos de materiais resistentes ao fogo, protegendo o trabalhador de temperaturas de até 1000º C, não deixando que o mesmo sofra de queimaduras de até 3º grau. Indicada para bombeiros florestais, brigadistas de incêndio, eletricistas e policiais;
  • Uniforme de Proteção para Eletricista: Os uniformes para eletricistas devem atender as exigências de segurança da NR-10. São feitos em materiais que suportam cargas elétricas, sem deixar que as correntes elétricas passem para o corpo do trabalhador. Indicadas para eletricistas de todas as áreas.
  • Uniforme de Proteção UV: Esse tipo de uniforme não é um EPI obrigatório disposto em nenhuma Norma Regulamentadora. Porém, muitas empresas adquirem este EPI por pensar no bem estar de seus funcionários. São feitos em diversos tipos de materiais tendo por objetivo proteger a pele do trabalhador da luz solar. Os raios UV não incidem diretamente na pele do trabalhador. Recomendado para quem faz trabalhos externos, como na construção civil e serviços ambientais. Como a construção civil é o tipo de trabalho que demanda maior proteção esse tipo de vestimentas é conhecida como: uniformes para construção civil. 
  • Blusão de Raspa: O blusão de raspa é ideal para soldadores. Indicado para atividades de solda protegendo o usuário contra abrasões e escoriações.  Essa vestimenta é usada em metalúrgicas e siderúrgicas.
  • Uniforme de Segurança tipo Corte Reflexivo: Ideal para proteção e identificação do trabalhador em locais mal iluminados. Pode ser usada tanto de dia quanto a noite. Indicado para trabalhos na construção civil, polícia rodoviária, bombeiros, entre outros.

 

Macacão

profissional-vestindo-roupas-de-protecao-individual-macacao-de-epi-oculos-de-protecao-mascara-descartavel-roupa-quimica

O macacão de proteção têm a mesma finalidade dos uniformes, porém são confeccionados normalmente em peças únicas, proporcionando proteção do tronco, membros superiores e inferiores de uma vez. Assim como os uniformes, os macacões também são feitos com materiais diferentes para finalidades específicas. Existe macacão de proteção para pintura, macacão para proteção de produtos químicos, macacão para proteção contra umidade entre outros. Abaixo alguns exemplos:

  •  Macacão de Segurança Impermeável: Esse tipo de vestimenta possui propriedades físicas, que protege o usuário contra respingos de água, álcalis e detergentes. Deve ser usada na limpeza e manutenção em geral, como em sítios, fazendas, vigilância e limpeza pesada.
  • Macacão Anti-Chamas: O tecido dessa vestimenta é confeccionado com tecnologia que repelem as chamas e protegem o usuário do pescoço até as pernas. Para total vedação os punhos são fechados com velcro. Muito usado por bombeiros.
  • Macacão de corpo inteiro contra químicos: O macacão de corpo inteiro reveste a cabeça, troncos, membros inferiores e os membros superiores do usuário contra respingos de produtos químicos e poeira. Esse tipo de macacão pode ser usado em indústrias químicas etc.

 

Tipos de materiais usados nas vestimentas.

acessorios-de-protecao-individual-capacete-amarelo-botas-de-epi-mascara-de-protecao-respiratoria-oculos-epi

  • Contra H2O: O material usado para a confecção do macacão é o trevira, um material composto por tela de poliéster recoberto com PVC, vinil e napa também são usados;
  • Produtos Químicos: Pode ser usado Tyvek, um poliestileno de alta densidade, PVC, tecidos de algodão 100% ou mistos com hidrorrepelentes ou aramida;
  • Contra altas temperaturas: Kevlar é usado contra todos os tipos de riscos – corte, abrasão ou escoriação –, mas contra abrasão e escoriação, macacões de tecido confeccionado em 100% algodão ou couro são suficientes;
  • Eletricidade: Contra choques elétricos o macacão de borracha é eficiente. Se houver risco de fogo é necessário o uso de equipamentos de proteção ao calor;
  • Agentes biológicos: Confeccionado em Tyvek, algodão 100% com acabamento antimicrobial;
  • Visibilidade: São coletes em 100% algodão ou mistos com acabamento fluorescente ou retro reflexivos e material plástico impermeável;
  • Soldagem: Blusões confeccionados em raspa, costuras em 100% algodão ou aramida.

 

Como escolher a vestimenta correta?

roupa-de-protecao-individual-para-evitar-acidentes-homem-acidentado-no-trabalho-roupa-de-epi-pra-que-serve-epi-evita-acidentes-capacete-amarelo-de-epi-protetor-auricular-roupas-de-epi

  •         Como nem todas as vestimentas de proteção são regulamentadas por alguma lei específica é imprescindível que antes da compra seja verificado se a peça possui o  Certificado de Aprovação.
  •         Conforto, durabilidade e nível de proteção devem ser levados sempre em consideração.
  •         O comprador deve ter em mente exatamente qual o risco que o trabalhador corre durante a jornada de trabalho e escolher a vestimenta correta que o proteja contra: água, chamas, produtos químicos, riscos térmicos, mecânicos ou elétricos.

 

Conheça outros EPI’s acompanhando nossos posts anteriores:

 

Sobre o autor

Fernanda Silva

Deixar comentário.

Share This