Construção Civil Indústria

EPI de proteção auditiva: qual a importância deste equipamento?

Escrito por flavaccaro

Apesar da correria do dia a dia e das diversas distrações presentes no ambiente de trabalho, o uso correto de equipamentos de proteção individual deve ser levado a sério. São eles que vão preservar a segurança e a saúde do funcionário, oferecendo um escudo contra situações de risco e possíveis acidentes. Por isso, quem realiza suas tarefas em um ambiente ruidoso, precisa estar sempre atento à utilização do EPI de proteção auditiva.

homem-com-protecao-auricular-checando

O EPI auricular é um aparelho usado em locais de trabalho que possuam grande intensidade de ruídos. Ele protege todo o sistema auditivo, evitando que seja prejudicado.

Confira a seguir mais detalhes sobre esse tipo de equipamento de proteção individual, seus diferentes tipos e em quais ambientes eles devem ser usados com regularidade.

O que são EPIs de proteção auditiva

O aparelho auditivo é uma área do corpo extremamente sensível e de grande importância, portanto precisa ser protegido por dispositivos específicos, desenvolvidos especialmente para garantir a preservação da audição.

Os equipamentos criados para salvaguardar o ouvido são os EPIs de proteção auditiva. Eles atenuam a quantidade de barulho no ambiente e evitam prejuízos à saúde e à audição do funcionário, previnem acidentes e evitam o surgimento de doenças ocupacionais.

Esses itens, no entanto, não silenciam totalmente os sons que existem no local de trabalho. Por uma questão de segurança, eles apenas abafam os barulhos, reduzindo a quantidade de decibéis para níveis dentro dos limites aceitáveis, mas sem impedir que a pessoa consiga se comunicar com os colegas e ouvir o que acontece próxima a ela.

Tipos de EPIs de proteção auditiva

pessoa-aplicando-o-protetor-auricular-no-proprio-ouvido

Existem alguns tipos distintos de EPIs de proteção auditiva disponíveis no mercado. Esse equipamento pode ser fabricado com materiais e tamanhos variados, e cada um deles oferece diferentes benefícios e consegue atenuar determinadas quantidades de decibéis.

O protetor do tipo concha, modelo mais fácil de encontrar e mais utilizados por trabalhadores, é formado por duas peças feitas para cobrir completamente a orelha do trabalhador, unidas por um arco superior. Ele é confeccionado com material rígido e é revestido com almofadas de espuma, para proporcionar maior vedação e mais conforto.

Entre os modelos de inserção, são três os principais modelos. O tampão moldável é feito em espuma polimerizada com topo arredondado. Ele se ajusta ao ouvido, é bastante confortável e normalmente é usado apenas uma vez, por curto período de tempo, e descartado em seguida.

O tampão pré-moldado é fabricado com materiais elásticos, como borracha e silicone, que, ao contrário da espuma, permitem que ele seja higienizado e reutilizado. Já o moldável personalizado é feito com silicone e produzido a partir de um molde do ouvido do usuário, criando maior vedação e longa durabilidade.

Quando usar EPIs de proteção auditiva

Os EPIs auditivos devem ser usados em qualquer situação na qual o trabalhador esteja exposto a ruídos excessivos. O protetor deve reduzir o nível de pressão sonora a níveis apropriados para que o barulho não comprometa a audição.

O limite permitido por lei é de 85 decibéis em uma jornada de trabalho de oito horas, e aumenta gradualmente quanto menor for o tempo de exposição, chegando a 115 decibéis para um intervalo de apenas sete minutos.

A escolha de qual modelo usar em cada situação deve ser feita pelo técnico de segurança da empresa, de acordo com as necessidades específicas de cada ambiente.

Onde usar EPIs de proteção auditiva

pessoas-trabalhando-em-uma-operacao-com-o-protetor-auricular

O uso dos equipamentos de proteção individual normalmente é necessário em locais de trabalho em que existam máquinas trabalhando. Podem ser instrumentos pequenos, mas que produzem muito barulho, como britadeiras e furadeiras, ou em locais com maquinário pesado.

Os aeroportos e hangares são exemplos de áreas nas quais os EPIs auditivos são essenciais, por conta da proximidade com turbinas de aviões, assim como os portos, os trabalhos em via de trânsito pesado e constante, na construção civil e em casas de shows.

Como usar os EPIs de proteção auditiva

Depois de entender a importância dos EPIs que protegem o aparelho auditivo e descobrir quando eles deve ser usado, é imprescindível também saber como usar esses equipamentos da forma correta. E cabe à empresa a responsabilidade de levar essas instruções a seus funcionários.

No caso do protetor do tipo concha, ele precisa cobrir totalmente a orelha e a almofada deve fazer pressão, para que efetivamente abafe os ruídos. Se o arco for afrouxado para diminuir a pressão, a eficácia do equipamento será comprometida. Já os modelos de inserção devem se encaixar perfeitamente no canal auricular para promover a vedação desejada.

Além disso, os aparelhos devem ser higienizados todos os dias, após o uso, para evitar que eles se tornem foco de doenças e acabem afetando o aparelho auditivo.

Riscos do mau uso dos EPIs

mulher-usando-protetor-auricular-abafador-de-ruidos

A pessoa que é submetida a altos níveis de ruídos durante sua jornada de trabalho e não faz uso de forma correta de um equipamento de proteção individual pode sofrer perda total ou parcial da audição. Essa diminuição acontece de forma lenta, por isso pode demorar a ser percebida, mas, uma vez que a audição seja afetada, o prejuízo será irreversível.

A diminuição da capacidade auditiva, a médio e longo prazo, leva também a problemas como dificuldade de concentração, de atenção e de memorização. Outras possíveis consequências são estresse, insônia e depressão.

Já o funcionário que usa o EPI, mas de modo inadequado, bloqueando totalmente o som ambiente, corre outro tipo de risco. Se não conseguir escutar os seus colegas ou as máquinas que funcionam ao seu redor, ele se desconecta do que está acontecendo e está sujeito a sofrer ou provocar acidentes.

O EPI de proteção auditiva, quando usado corretamente, é uma garantia para o funcionário e para a empresa. A organização tem a responsabilidade de oferecer os equipamentos apropriados e realizar treinamentos com os trabalhadores, orientando quanto à importância desses equipamentos e sobre como usá-los, ao mesmo tempo em que cada colaborador tem o compromisso de colocar o aparelho sempre que for necessário.

Quer acompanhar mais informações e novidades sobre produtos corporativos e segurança no trabalho? Siga nossos perfis no FacebookTwitter e no Google+!

banner-com-protetor-auriculares

Sobre o autor

flavaccaro

Flavia é redatora do Gaveteiro.com.br

Deixar comentário.

Share This