Construção Civil

Manual de segurança do trabalho: por que é importante?

Escrito por flavaccaro

Você, como todo gestor em segurança do trabalho, certamente está sempre pensando em desenvolver projetos para despertar mais interesse e responsabilidade nos demais colaboradores quando o assunto é prevenção de acidentes, não é? Já pensou em criar um manual de segurança do trabalho?

imagens-ilustrativa-de-luvas-a-ser-usadas-na-cozinha-epi-em-latex-e-antitermica-mais-usada-na-cozinha-industrial
Sabia que a iniciativa de criar esse documento vai trazer maior credibilidade no seu trabalho, diminuir o número de abordagens nos funcionários e, ainda, reduzir o risco de acidentes na execução de suas atividades?

Pensando nisso, abordamos neste artigo algumas vantagens de se criar um manual de segurança que demostram a importância desse documento no dia a dia da sua empresa. Confira!

Prevenir acidentes

homem-tentando-evitar-acidente-durante-o-trabalho-com-um-caminhao-cheio-de-terra-em-uma-estrada-ele-esta-usando-capacete-de-seguranca-oculos-de-protecao-luvas-de-protecao-e-colete-refletivo

Pela própria definição da palavra acidente, sabemos que se trata de um evento inesperado e que causa danos. No entanto, imprevistos como esses acontecem no dia a dia e, para estar sempre um passo à frente do risco, a solução é investir em ações preventivas.

Por isso, ao elaborar um manual de segurança do trabalho, você deve descrever de que forma deverão ser realizadas as atividades de cada funcionário e como serão utilizadas as diversas máquinas e equipamentos.

Este material poderá ser apresentado em único volume ou ser dividido em cartilhas. Mas, para despertar maior interesse e elevar a autoestima das equipes, o ideal é que o manual seja montado com a participação dos funcionários, com contribuições dos operários, dos encarregados, e até dos engenheiros e administradores.

Por meio de depoimentos e experiências práticas, e não apenas com dados obtidos de laboratórios, muitos dos procedimentos descritos poderão ser adequados às condições reais de trabalho.

Deve ficar bem claro que as normas constantes no manual interno da empresa são complementares e que não existe interesse em alterar ou substituir as normas vigentes e regulamentadas por órgãos oficiais. E, em caso de dúvidas, estas devem ser levadas aos responsáveis pelo gerenciamento de segurança.

Reduzir o índice de acidentes

homem-com-macacao- branco-capacete-amarelo-de-segurança-oculos-de-segurança-luva-de-protecao-passando-maquina-que-evita-acidentes-em-homem-com-macacao-de-protecao-verde

Podemos dizer que a consequência da prevenção é a diminuição no número de acidentes no ambiente de trabalho. Segundo o Tribunal Superior do Trabalho (TST),  número de ocorrências no Brasil ainda é muito alto: por ano, acontecem 700 mil acidentes de trabalho. E é necessário que cada empresa faça a sua parte para reduzir essa estatística.

Mesmo que a responsabilidade seja do empregador e do empregado, o funcionário é a parte mais fraca deste sistema. Sendo assim, cabe ao empresário investir em equipamentos e procedimentos seguros para poupar a vida e a saúde de seus colaboradores.

Uma das principais causas dos acidentes de trabalho é a falta de informação, juntamente à carência de conhecimento da maneira correta de executar as atividades da rotina, o uso incorreto ou a falta dos EPIs. Unidos, esses fatores colaboram com o aumento do número de ocorrências de afastamentos nas empresas.

Portanto, a informação fornecida por um manual de segurança do trabalho, direcionado exclusivamente para as atividades relacionadas à sua empresa, se faz necessário. A partir do momento em que o material for apresentado, em pouco tempo você poderá perceber a redução no número de acidentes.

Evitar gargalos de comunicação

homem-que-para-evitar-acidentes-esta-usando-todos-os-equipamentos-de-protecao-individual-necessario-para-trabalhar-com-eletricidade-em-um-poste-ao-ar-livre-e-cheio-de-fios

Podemos entender os gargalos de comunicação como o resultado de uma série de informações cruzadas — com origem em mais de uma fonte dentro da mesma empresa — que, em vez de ajudar a esclarecer os procedimentos de trabalho, passam a confundir os colaboradores.

Quando você cria um documento como o manual de segurança do trabalho, em que todos os procedimentos estão listados, você evitará uma série de transtornos que podem acabar levando a eventos e situações indesejáveis dentro da corporação.

Favorecer a produtividade

homem-que-evita-acidente-no-trabalho-usando-oculos-de-protecao-perto-de-uma-broca-pneumatica-no-ambiente-de-trabalho

A segurança do trabalho está diretamente ligada à produtividade de uma organização. No entanto, este é um investimento que, infelizmente, é visto por muitos administradores como custo, o que é um grande erro. Isso acontece porque os seus números não obtêm resultados imediatos semelhantes aos obtidos pelos setores de produção.

Após a ocorrência de um acidente, o setor em que este evento aconteceu interrompe as suas atividades, seja para a prestação dos primeiros socorros à vítima, seja para limpeza do local, reparo de algum equipamento ou mesmo para a execução de perícia.

A interrupção do setor de uma empresa poderá ter a duração de algumas horas ou, na ocorrência de acidentes mais graves, se estender a dias. Como tempo é dinheiro, é possível perceber os prejuízos financeiros que um acidente pode causar para uma organização.

Além disso, é preciso lidar com as lesões físicas, ou mesmo os traumas psicológicos adquiridos no acidente, tanto por parte da vítima quanto dos demais funcionários do setor atingido.

Haverá, ainda, a necessidade de afastamento do acidentado e sua substituição, acarretando a admissão de mão de obra temporária, e sobrecarga nos outros colaboradores até a chegada do novo contratado.

Ao se sentir segura, a equipe se torna prontamente mais produtiva, há um aumento na interação entre os colaboradores e um melhor relacionamento entre líderes e liderados.

Aumentar a credibilidade corporativa

homem-checando-uma-prancheta-para-saber-se-o-maquinario-na-empresa-esta-dentro-dos-parametros-contra-acidentes-e-ele-esta-usando-oculos-de-protecao-luva-de-seguranca-e-macacao-de-protecao

Certamente, uma corporação com baixos índices de acidentes apresenta credibilidade para a sociedade, para os fornecedores e clientes, deixando transparente a preocupação com a segurança de seus colaboradores. Além disso, para que uma empresa amplie seus negócios, é indispensável a apresentação de certificações que comprovem a sua política de segurança.

A OHSAS 180001, referente a sistemas de gerenciamento da saúde e segurança do trabalho, é uma certificação que tem como função abordar uma série de atitudes que serão capazes de gerenciar os riscos da empresa, bem como melhorar o seu desempenho.

Devemos entender  o manual de segurança do trabalho como uma espécie de memorial descritivo, que contém todas as normas e procedimentos exclusivos da sua corporação. Por isso, ao criá-lo, você deve se preocupar apenas com as atividades desenvolvidas pela sua empresa.

Pro fim, o gestor deve monitorar e atualizar o manual de segurança quando perceber a implementação de novos produtos que possam gerar outros processos para as funções dos colaboradores.

Viu como um manual de segurança é essencial para a rotina de uma empresa e para a segurança de seus funcionários? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão? Então, deixe a sua opinião nos comentários e teremos prazer em ajudá-lo!

banner-do-site-gaveteiropontocompontobr-com-um-oculos-de-seguranca-com-sobreposicao-na-cor-preta

Sobre o autor

flavaccaro

Flavia é redatora do Gaveteiro.com.br

1 comentário

Deixar comentário.

Share This