Comércio/Logística

Conheça os principais tipos de caixa de papelão

Escrito por flavaccaro

A embalagem de mercadorias em caixas de papelão é algo muito comum nas indústrias. Hoje, todo pequeno empresário dono de uma loja física ou virtual, por exemplo, precisa levar isso em consideração para garantir que os produtos cheguem intactos aos clientes. Mas, você conhece os tipos de caixas de papelão existentes?

homem-segurando-caixa-de-papelao-em-frente-a-porta-de-uma-moça-que-esta-assinando-um-papel-de-entrega-da-caixa

Para atender as diferentes necessidades de armazenamento e transporte, a fabricação evoluiu. Agora, é possível usar modelos com tamanhos, texturas, resistências e outras características variadas.

Se você ainda não sabia disso, o post de hoje dará uma luz sobre os tipos que existem, quando usar cada um e por que a escolha certa é tão importante. Continue lendo e aproveite as nossas dicas!

Por que é importante conhecer os tipos de caixa de papelão?

caixa-de-papelao-de-varios-modelos-empilhadas-em-um-armazem

A caixa de papelão é o tipo de embalagem mais utilizado em todo o mundo devido a uma série de vantagens oferecidas. Mas, adotá-la em sua empresa exige atenção. Dependendo do produto, será necessário considerar qual tipo vai garantir privacidade e integridade até o destino final.

Mercadorias maiores ou em grandes volumes, como uma geladeira, devem ser embaladas em caixas grandes feitas em material mais resistente. Já itens menores, como notebooks, terão necessidades diferentes. Outras questões devem ser consideradas, como a proteção contra pancadas, chuva, sol, frio, calor e umidade. Esse entendimento é fundamental para escolher a embalagem adequada.

Se considerar tudo isso, você será capaz de escolher os modelos de caixa de papelão certos para cada situação, evitando devoluções por avarias e melhorando a satisfação do cliente.

Quais são os principais tipos de caixa de papelão?

homem-em-frente-a-varias-caixas-de-papelao-em-um-escritorio

Agora que você já conhece a importância de escolher o tipo de caixa de papelão para cada produto, é hora de descobrir quais são eles. Confira:

Reciclado e não reciclado

O papelão não reciclado é mais vantajoso, pois tem uma estrutura mais reforçada. Ele é indicado para as mercadorias que demandam uma embalagem mais resistente e com isolamento capaz de impedir a penetração de umidade. No caso do reciclado, o mesmo nível de acabamento pode ser alcançado, mas ele precisará ter ondulações duplas.

No entanto, mesmo tendo uma aparência escurecida e sendo mais sensível à umidade, o papelão reciclado pode oferecer muitas vantagens. Se a empresa quiser desenvolver uma imagem de preocupação com o meio ambiente, por exemplo, o papelão reciclado é um grande aliado nessa estratégia.

Além disso, o material pode ganhar força competitiva ao atrair e firmar parcerias com outras organizações que também se preocupam com a responsabilidade ambiental.

Ondulados e não ondulados

O papelão sem ondulações é considerado mais simples, pois é fácil de dobrar e oferece pouca resistência contra impactos e ações do tempo. Ele é mais flexível, indicado para embalar produtos pequenos e menos frágeis. Por outro lado, os modelos com ondulações oferecem mais resistência.

Essas ondulações são estruturas feitas do mesmo material e formam um miolo entre a camada interna e externa da caixa. Esse tipo de papelão é chamado de parede simples ou onda simples e oferece maior proteção contra impactos e dobraduras.

Os modelos de parede dupla são compostos por duas camadas de ondulações separadas por capas de papelão no meio e nas extremidades. O mesmo acontece com os de parede tripla, que têm três camadas. Assim, quanto mais ondas tiver, maior será a proteção dos produtos no interior das caixas.

Quais são as peças de apoio?

caixa-de-papelao-em-um-centro-de-distribuição

Além das caixas de papelão, existem alguns outros tipos de materiais complementares que podem elevar a resistência das embalagens. Os principais são:

Cintas de papelão internas

Esse material também é conhecido como cinta de reforço e serve como um suporte às paredes da caixa de papelão. As cintas são posicionadas dentro das embalagens e são muito úteis para impedir eventuais dobras. Produtos sensíveis, como vasos de vidro e de porcelana, são exemplos de mercadorias que podem utilizar esse recurso de proteção adicional.

Cantoneiras de papelão

Como o próprio nome diz, as cantoneiras de papelão representam estruturas posicionadas nos cantos e quinas das mercadorias transportadas. Geralmente, elas atuam como luvas protetoras de quinas em itens que dependem de maior proteção no manuseio.

Essas cantoneiras são muito utilizadas nas embalagens de vidros planos e quadros, por exemplo, já que eles necessitam de algum tipo de material complementar de proteção.

Calço de papelão

Diferentemente dos recursos anteriores, o calço de papelão é um material que visa dar maior estabilidade aos produtos depositados dentro das caixas.

Ele também é chamado de calço industrial e é muito útil no transporte de mercadorias grandes, como geladeiras e fogões, pois garante um melhor acondicionamento e equilíbrio durante o trajeto.

Bup de papelão

Os bups são placas de papelão coladas umas nas outros, formando diversas camadas a fim de oferecer um suporte mais adequado aos produtos durante o transporte. Esse é um material complementar às embalagens, mas não tem uma finalidade específica como os outros.

Esse recurso adicional pode ser utilizado, por exemplo, para nivelar produtos inclinados dentro ou fora da caixa de papelão, atuando também como calço para estabilizar as mercadorias no estoque ou nos veículos de entrega.

Espumas de EPP

De todos os materiais descritos até aqui, esse é o único que não é feito de papelão; porém, é extremamente útil nas embalagens. As espumas de EPP são feitas de polipropileno expandido, um produto termoplástico reciclável.

As espumas de EPP são frequentemente utilizadas para o acolchoamento, calço e como separadoras de peças grandes ou pequenas. O peso leve e a sua resistência são as principais vantagens, pois é de difícil quebra. Com isso, aumenta-se a capacidade de absorção de impactos pela embalagem, além de auxiliarem no isolamento térmico.

Como você pôde ver, existem diversos tipos de caixa de papelão e cada modelo atende uma necessidade específica. Utilizando o modelo correto para cada situação, aumentam-se as chances de reduzir os prejuízos causados por avarias no manuseio de estoque e durante o transporte. Então, fique atento a essas recomendações antes de embalar as mercadorias.

Gostou das dicas? Então, assine agora mesmo nossa newsletter agora mesmo e receba as próximas postagens diretamente no e-mail!

Sobre o autor

flavaccaro

Flavia é redatora do Gaveteiro.com.br

Deixar comentário.

Share This