Hotel/Restaurante

Confira como usar água sanitária nas empresas

Flavia Vaccaro
Escrito por Flavia Vaccaro

Saber como usar água sanitária de forma correta é extremante importante. Pois, apesar de ser um dos produtos mais eficientes para a limpeza, eliminação de bactérias e desinfecção geral do ambiente, também trata-se de um item com várias substâncias ativas.

imagens-ilustrativa-de-luvas-a-ser-usadas-na-cozinha-epi-em-latex-e-antitermica-mais-usada-na-cozinha-industrial
Em outras palavras, a água sanitária é um produto tóxico, pois, entre diversas variações químicas, traz em sua composição a soda cáustica, substância altamente corrosiva. Por isso, é essencial tomar cuidados para evitar acidentes e  garantir um manuseio seguro e eficaz.

Para que a sua empresa consiga extrair todas as vantagens de utilizar o produto sem oferecer nenhum risco para os funcionários, apresentamos, neste artigo, ótimas dicas de como usar água sanitária de maneira segura. Continue lendo e confira!

Utilize luvas e aventais para evitar o contato com a pele

duas-mulheres-e-um-homem-trabalhando-em-um-escritorio-usando-agua-sanitaria

Our mission is to clean!

Como explicado na introdução, a água sanitária tem fortes ativos químicos. E, embora o contato rápido do produto com a pele não traga danos aparentes, é recomendável sempre evitar essa situação.

Para não correr riscos e evitar qualquer tipo de problema, é importante utilizar equipamentos que ajudem a isolar a pele, como luvas e aventais.

Luvas

As luvas são ferramentas primordiais, pois não há como aplicar a água sanitária sem utilizar as mãos para isso. Em outras palavras, sem uma proteção específica, é praticamente impossível evitar que o produto químico entre contato com essa parte do corpo. Nesse caso, as luvas de borracha são mais recomendadas, já que, além de serem isolantes, são mais aderentes.

Aventais

Os princípios ativos da água sanitária fazem com que uma pequena gota do produto seja suficiente para manchar fardas e roupas. Além disso, caso o tecido seja muito fino, há grandes chances de o líquido entrar em contato com a pele.

O uso de aventais é essencial para evitar essa situação. O equipamento garante a usabilidade das fardas por mais tempo, bem como reforça a segurança do usuário.

É importante frisar que o contato demorado com a água sanitária pode provocar não só irritações e vermelhidões na pele, mas também queimaduras de segundo grau. Por isso, o uso de luvas e aventais é algo que não pode ser desconsiderado.

Use óculos para proteger os olhos

mulher-vestida-de-faxineira-usando-agua-sanitaria-para-limpar-uma-mesa-de-vidro-com-um-computador-em-cima

Se as substâncias químicas da água sanitária são prejudiciais para pele, imagine o quão nocivas são para os olhos.

Basicamente, para trazer danos aos olhos, nem é preciso que o produto entre em contato com eles de forma direta. Afinal, essa parte do nosso corpo é bastante sensível, e os componentes químicos presentes na água sanitária têm poder corrosivo. Sendo assim, a falta de proteção é suficiente para que o usuário sinta algumas reações.

Mas os óculos de proteção evitam qualquer situação negativa e são importantes para a utilização adequada do composto químico. O equipamento não apenas impede o contato direto, como também evita a irritação nos olhos durante o período em que o produto está sendo utilizado.

Todavia, em caso de contato, é necessário lavar o local por 15 minutos em água corrente. Persistindo a irritação, deve-se procurar o departamento médico.

Não misture com outros produtos

varios-produtos-de-limpeza-inclusive-a-agua-sanitaria-sob-um-piso-de-madeira-junto-com-buchas-de-limpeza-escovas-e-luvas-de-latex-epi

A grande eficiência da água sanitária na limpeza e eliminação de bactérias se deve às inúmeras substâncias ativas do produto. Por isso, ao manuseá-la, é importante ter em mente que trata-se de um item químico que pode ter uma reação não esperada ao ser misturada a outros elementos.

Sendo assim, jamais “invente” algo com a água sanitária. O produto não deve ser misturado com materiais não recomendados pelo fabricante. O correto é que se dilua o líquido apenas com água.

Caso, acidentalmente, ocorra à junção da água sanitária com outros itens, certifique-se de estar utilizando os equipamentos listados anteriormente e jamais inale os gases ou as substâncias tóxicas advindas dessa mistura — no geral, deve-se evitar a inalação do vapor do produto em qualquer circunstância.

Atente ao risco de explosão

Moça-passando-pano-em-uma-superficie-lisa-com-agua-sanitaria

Infelizmente, muitas pessoas negligenciam as dicas dos fabricantes de produtos químicos ou dos especialistas. Porém, saber como usar água sanitária pode até mesmo evitar uma explosão.

Por se tratar de um produto de fácil acesso, o senso de cuidado do usuário diminui, e essa desatenção pode ser a principal razão para consequências graves.

A água sanitária tem uma química chamada Hipoclorito de sódio, um ativo que, em contato com alumínio, zinco, cobre ou outros metais, produz rapidamente gás hidrogênio, substância altamente inflamável e que pode provocar explosões.

E nem é preciso trabalhar em grandes fábricas para tornar esse risco real. Afinal, esse tipo de metal pode ser encontrado em cozinhas convencionais — locais em que o uso do fogo é extremamente comum.

Sendo assim, é necessário o máximo de cuidado e atenção ao utilizar água sanitária. Na dúvida, converse com algum especialista e certifique-se sobre a taxa de risco do local.

Utilize todos os EPIs

homem-segurando-um balde-com-agua-sanitaria-e-varios-outros-produtos-de-limpeza-e-bucha-e-luva-de-latex-epi

Todas as ferramentas apresentadas no decorrer deste texto foram itens específicos para proteger a pele e os olhos. Porém, para uma segurança completa, é importante fazer uso de todos os EPIs recomendados pela empresa.

Os equipamentos de proteção individual são ferramentas desenvolvidas justamente para zelar pela saúde e bem-estar dos trabalhadores, independentemente do ramo de atuação ou da hierarquia. Por isso, a Norma Regulamentadora 6 (NR6) obriga todas as empresas a adquirem e entregarem aos funcionários as ferramentas necessárias para uma execução segura das atividades.

Já os funcionários devem seguir as diretrizes e utilizar os equipamentos recomendados pelos especialistas de segurança do trabalho. Pois, como apresentado, mesmo um serviço de limpeza pode trazer grandes riscos para o trabalhador e para as pessoas ao redor. Entre os principais EPIs da função estão:

Enfim, essas foram algumas dicas essenciais de como usar água sanitária de maneira eficiente e segura.

Como discutido durante o texto, é importante conhecer o uso adequado de produtos químicos e aliá-lo ao uso de equipamentos de proteção, de modo que sejam evitados acidentes de trabalho, como intoxicações, alergias, ferimentos etc. Analise as informações e garanta que todos os funcionários da sua empresa estejam seguros no dia a dia.

Quer contar com os melhores produtos para todas as necessidades da sua empresa? Então confira os produtos da nossa loja virtual!

banner-com-varios-produtos-vendidos-no-gaveteiro.com.br

Sobre o autor

Flavia Vaccaro

Flavia Vaccaro

Flavia é redatora do Gaveteiro.com.br

Deixar comentário.

Share This