Comércio/Logística

3 dicas de como usar plástico bolha na embalagem e proteção de artigos

Flavia Vaccaro
Escrito por Flavia Vaccaro

Um dos objetivos mais importantes das empresas é garantir que os produtos encomendados cheguem até o cliente final sem qualquer avaria.

imagens-ilustrativa-de-luvas-a-ser-usadas-na-cozinha-epi-em-latex-e-antitermica-mais-usada-na-cozinha-industrial
Não importa se ela tem um sistema de logística próprio ou terceirizado, essa preocupação sempre existe. Porém, uma coisa que tem ajudado muito é a escolha do plástico bolha como embalagem. Nesse momento, surge a questão: você sabe como usar plástico bolha corretamente no processo?

Devido às vantagens que proporciona, o material é um dos mais utilizados atualmente para embalar mercadorias no estoque. No entanto, seu uso correto é o que entregará a eficiência prometida, além de economia. Por isso, continue a leitura deste post e descubra qual é a composição do material, como ele protege os itens, a maneira certa de ser aplicado e suas vantagens.

Qual é a composição do plástico bolha?

produtos-embalados-com-plastico-bolha-em-cima-de-uma-mesa-cinza

Esse tipo de material se diferencia dos outros tipos de plásticos por conter um revestimento além da camada lisa. Ou seja, recebe uma camada extra com bolhas de ar comprimido. Pode parecer que não, mas trata-se de um material bastante resistente.

Mesmo assim, com o passar do tempo essas bolhas estouram devido ao ressecamento e impactos absorvidos. Portanto, para se beneficiar de suas vantagens, certifique-se de não utilizar esse material sob condição de desgaste excessivo. Essa é a primeira dica.

Como ele ajuda na proteção de itens?

As mercadorias, independentemente do tipo e tamanho, são submetidas a diversas ações de movimentação. Desde a fabricação, passam pelo estoque da marca, são transportadas para o armazém do distribuidor e mudam de lugar várias vezes no estoque até serem embarcadas ao destino final, passando por outro processo de transporte.

Durante essas movimentações, os produtos podem sofrer solavancos, tombar, cair no chão, bater com força em paredes, pegar chuva, umidade, calor e acumular danos graves. O plástico bolha evita tudo isso, pois as minúsculas bolsas de ar funcionam como amortecedores de impacto.

Por ser impermeável, o material não deixa penetrar água de chuva ou de alagamentos na embalagem dos produtos. Também atua como um bom isolante térmico, reduzindo os riscos de avarias no armazenamento e entrega dos produtos.

Como usar plástico bolha na embalagem?

plastico-bolha-sendo-cortado-com-uma-tesoura-para-embalar-uma-caixa-de-papelao

Usar o plástico bolha não é difícil, mas deve ser feito com atenção a alguns detalhes para garantir eficiência e economia de custos. As principais dicas são:

1. Envolva o objeto sem deixar brechas

O ideal é que a mercadoria seja envolvida com o plástico bolha em sua totalidade e fique embalada sem folgas. Então, use uma peça inteira do material e verifique se não há rasgos ou emendas em nenhuma parte de sua superfície. Esse cuidado vai evitar partes desprotegidas, bem como a entrada de água e calor durante as movimentações e armazenagem.

2. Use fitas adesivas para fixar o plástico

Como o plástico bolha ainda não tem um sistema de autovedação, será necessário usar um material complementar para finalizar a embalagem da mercadoria. Nesse caso, o indicado é utilizar fitas adesivas. Mas tenha o cuidado de aplicá-las nas junções certas. Além disso, certifique-se de que toda a extensão da embalagem esteja vedada. Para garantir isso, você pode fazer uma inspeção ao final de cada processo.

3. Escolha o tamanho correto

Antes de usar o material, descubra qual o tamanho necessário das bolhas de ar. Elas podem variar conforme a necessidade de absorção de impactos. Produtos pequenos, como celulares, podem usar um modelo com bolhas menores. Já produtos grandes, como uma geladeira, demandam bolhas maiores para suportar o peso.

O corte é outro cuidado que você deve ter. Se você não tem uma forma de medir o tamanho exato que precisa, enrole todo o produto primeiro e corte o plástico bolha depois para que a superfície seja totalmente envolvida por ele. Isso ajuda a proteger melhor as mercadorias enquanto reduz o desperdício de materiais.

Quais são as vantagens de usar o plástico bolha?

plastico-bolha-envolto-em-papel-kraft

O plástico bolha é um tipo de embalagem indicada para produtos muito frágeis e que exigem maiores níveis de proteção. Porém, ele vem sendo utilizado também para embalar outras classes de mercadorias. Isso acontece devido às vantagens que proporciona em relação a outros materiais. Conheça as mais importantes:

Tem um bom mercado

O plástico bolha é um dos materiais para embalagens mais vendidos no mundo. Por atender a diversas necessidades de segurança, a sua procura é grande e é possível encontrar diferentes modelos e tamanhos no mercado. Ou seja, você pode achar o plástico bolha com facilidade em lojas do varejo e atacado, independentemente de onde estiver.

Entrega flexibilidade

Outra grande vantagem do plástico bolha é que ele é extremamente flexível. Não importa se o produto é quadrado, redondo ou possui outro formato, ele será facilmente embrulhado pelo material. Nesse caso, dobras podem ser feitas sem grandes problemas. Com relação ao corte, basta ter uma tesoura comum ou estilete em mãos para executar a função.

É mais econômico

Em comparação com outros tipos de materiais, como caixas de papelão, o plástico bolha é bem mais barato. Você compra o rolo e ele pode render bastante, dependendo do uso. Além disso, é mais leve e permite que haja um melhor aproveitamento dos espaços tanto no estoque quanto no veículo de transporte, contribuindo para o aumento do volume de mercadorias por viagem e reduzindo o custo médio de frete por produto.

Pode ser reciclado

Assim como os demais materiais para embalagens existentes no mercado, o plástico bolha também pode ser reciclado ao fim de sua vida útil. Essa é outra vantagem que o torna atrativo. A empresa pode se aproveitar disso e desenvolver uma imagem de responsabilidade ambiental, o que é muito valorizado pelos clientes, acionistas, entidades governamentais e comunidade em que ela está inserida.

Com base nessas 3 dicas de como usar plástico bolha com eficiência, você pode analisar a logística dos produtos e adequar o processo de embalagem para ser feito com o material. As vantagens serão muitas, mas a redução de devoluções por avarias será a maior delas, já que afeta diretamente as finanças do negócio.

Gostou da ideia? Curta a nossa página no Facebook agora mesmo e descubra muito mais!

banner-gaveteiro.com.br-com-produtos-vendidos-aqui

Sobre o autor

Flavia Vaccaro

Flavia Vaccaro

Flavia é redatora do Gaveteiro.com.br

Deixar comentário.

Share This