Manutenção Predial

Disjuntor geral desarmando sozinho: 3 possíveis motivos e como resolver

Fernanda Silva
Escrito por Fernanda Silva

3 falhas muito comuns na instalação elétrica causam transtornos, como o disjuntor geral desarmando sozinho. Descubra quais são eles e saiba como solucioná-los!


Você vai ligar algo ou acionar um interruptor e… nada. O disjuntor geral desarmando sozinho é um problema comum. Claro, você pode apenas redefinir o disjuntor toda vez que ele desarmar. Ou você pode descobrir o que está causando o problema para poder corrigi-lo de uma vez por todas.imagens-ilustrativa-de-luvas-a-ser-usadas-na-cozinha-epi-em-latex-e-antitermica-mais-usada-na-cozinha-industrialUm disjuntor elétrico é um dispositivo de comutação que pode ser operado automaticamente ou manualmente para controlar e proteger o sistema de energia e os dispositivos elétricos conectados a ele.

O disjuntor desarma quando muita eletricidade flui através dele ou quando não ele consegue lidar com o excesso de carga atual. Isso significa que o fluxo de eletricidade é cortado para evitar que os circuitos superaqueçam ou causem mais danos. Se não houvesse disjuntor, os incêndios nas instalações seriam um problema bastante comum.

Continue lendo e descubra os possíveis motivos para esse problema e o que você pode fazer para resolvê-lo!

Como saber se um disjuntor desarmou?

Se a energia foi desligada em uma determinada área da casa ou prédio, e não em todo o lugar, o problema pode ser o disjuntor geral desarmando sozinho. Todo circuito elétrico é protegido por disjuntores ou fusíveis.

Para garantir um bom funcionamento, é importante saber a localização do painel elétrico ou caixa de fusíveis. É fundamental que a abertura seja facilmente acessível e não esteja bloqueada por prateleiras, caixas ou móveis. Se cada disjuntor ou fusível não estiver identificado, reserve um tempo para identificar cada comutador ou fusível e a área específica que ele controla.

Isso economizará tempo e esforço se um circuito ou fusível desarmar. Se houver dois disjuntores ou fusíveis para a mesma área, como a cozinha, tome cuidado para detalhar qual parte do ambiente está relacionada a cada um dos dois interruptores.

Disjuntor geral desarmando sozinho: 3 possíveis motivos e como resolver

Se um disjuntor desarmar porque excedeu sua corrente máxima, a alavanca do interruptor terá se movido entre a posição ligada e desligada e poderá mostrar uma área vermelha alertando que ela disparou. Dependendo do painel elétrico, às vezes o desarme causa apenas um leve movimento do interruptor, e você terá que olhar de perto os interruptores para discernir qual deles caiu.

Como redefinir um disjuntor desarmado?

Para redefinir um disjuntor geral desarmando sozinho, desligue-o movendo o interruptor ou a alavanca para a posição desligada e, em seguida, ligue-o novamente. Por segurança, é recomendável recuar ou ficar ao lado do painel, para o caso de surgirem faíscas no disjuntor quando ele for movido, além de usar óculos de proteção.

Também é prudente manter uma lanterna com baterias perto do painel elétrico para ajudar a iluminar a área se a energia estiver desligada. Descanse o disjuntor por alguns minutos antes de desconectar e conectar os itens para determinar o que pode ter sobrecarregado o circuito ou causado o desarme.

Aproveite e entenda a importância da vestimenta certa para eletricista.

Disjuntor geral desarmando sozinho: quais os motivos?

1. Sobrecarga de circuito

Um circuito pode ficar sobrecarregado quando um fio ou circuito elétrico recebe mais corrente do que a que ele pretende manipular, ou também pode ser causado por fios ou conexões soltos ou corroídos.

Para ajudar a determinar o que causou o problema, desconecte todos os itens do circuito antes de redefinir o disjuntor. Depois de redefinir, espere alguns minutos e ligue ou conecte itens, um de cada vez, para determinar o que pode ter causado a sobrecarga.

Disjuntor geral desarmando sozinho: 3 possíveis motivos e como resolver

Se o circuito estiver sobrecarregando regularmente, o disjuntor geral desarmando sozinho será um problema frequente. Nesse caso, é provável que seja necessário instalar um novo circuito e uma saída dedicados para lidar com a alta carga.

2. Curto-circuito

Um curto-circuito acontece quando um fio elétrico condutor toca um fio neutro, fazendo com que uma grande quantidade de corrente flua e sobrecarregue o circuito. Um curto-circuito deve sempre desarmar um disjuntor e pode causar faíscas, estalando sons e possivelmente causando um pouco de fumaça.

O curto-circuito também pode ser ocasionado por problemas como conexões soltas, um fio escorregadio ou até mesmo por animais, que podem mastigar e danificar os fios. Outra causa possível são componentes elétricos com defeito. Curtos-circuitos podem ser perigosos devido às altas temperaturas do fluxo de corrente que representam risco de incêndio.

 3. Falha no aterramento

Um tipo específico de curto-circuito, uma falha no aterramento ocorre se um fio quente entrar em contato com um fio terra ou uma caixa de parede de metal ou tocar em membros de estrutura de madeira.

Faltas no aterramento podem ser especialmente perigosas quando ocorrem em áreas com altos níveis de umidade — como cozinhas ou banheiros. Existem alguns cuidados que você pode tomar para identificar e consertar uma falha de aterramento.

Por exemplo, em áreas onde o contato direto com o solo ou a água é possível, os códigos de construção podem exigir que as tomadas sejam protegidas com GFCIs (Ground Fault Circuit Interrupter).

Tal como acontece com o curto-circuito, uma falha no aterramento causa uma redução instantânea na resistência e um aumento imediato no fluxo elétrico. Isso faz com que o mecanismo interno do disjuntor se aqueça. Assim como nos curtos, se houver uma falha no aterramento, o disjuntor pode desarmar imediatamente depois que você reiniciá-lo.

É preciso ter em mente que os disjuntores e os fusíveis são, na verdade, dispositivos de segurança para quando ocorrem avarias elétricas. Embora possa ser frustrante ter um disjuntor geral desarmando sozinho, isso acontece para garantir proteção às pessoas e à propriedade.

Agora que você já sabe os motivos do disjuntor geral desarmando sozinho, aproveite e leia nosso artigo sobre a NR10 e saiba por que ela é importante!

Sobre o autor

Fernanda Silva

Fernanda Silva

Produtora de conteúdo no Gaveteiro.com.br.

Deixar comentário.

Share This