Iluminação correta no ambiente de trabalho!

Além de iluminarem o ambiente, as lâmpadas ajudam a criar um clima mais confortável para que o trabalhador consiga executar suas tarefas com mais eficiência.

banner-blog-lampadas

office-lights.png

Um bom projeto de iluminação causa total diferença no ambiente. A luz adequada tem a capacidade de ressaltar a decoração, valorizar cores e objetos, auxiliar na saúde da visão, aumentar o conforto e a praticidade. Pensando nisso, nós do Gaveteiro.com.br selecionamos algumas dicas para você melhorar seu ambiente profissional através da iluminação.

Iluminação Elétrica.

lampadas-eletricas

Quando o ambiente é naturalmente escuro ou as janelas não ajudam com a entrada de luz natural, a melhor saída é optar pela iluminação elétrica.
No caso das lâmpadas de LED, as atuais favoritas do mercado, a versatilidade oferecida as transforma em uma ótima escolha!
Além da durabilidade de até 50 mil horas a mais que as lâmpadas convencionais, o gasto mensal é baixíssimo, economizando em torno de 10% a mais do que as lâmpadas incandescentes.
Outra escolha é potencializar a luminosidade em detalhes, como: inserir lâmpadas próximas a espelhos, na parte interna de móveis, dentro de nichos e em lugares estratégicos no teto, onde a iluminação possa ser direcionada manualmente.
Em corredores são usadas lâmpadas fluorescentes, lâmpadas de emergência e lâmpadas tubulares, que por seu tamanho diferenciado, iluminam áreas maiores mais facilmente. Essas lâmpadas também são mais usadas em escritórios, escolas, faculdades e muitos outros ambientes, pois sua luz não gera tanto desconforto durante longas horas de trabalho.

Temperatura de cor.

luz-temperatura

Além da iluminação através das lâmpadas, as cores fazem uma grande diferença no ambiente de trabalho.
Prefira sempre cores claras nas paredes e móveis para que em conjunto com a eletricidade, o local fique mais harmonizado e naturalmente mais claro.
Em ambientes que usamos para descanso e lazer, a necessidade de uma luz confortável é indispensável, o ideal é apostar nas lâmpadas de luminosidade amarela e quente em salas de descanso, salas de descanso, quartos de lazer, etc.
Já nos lugares que demandam maior concentração e atenção, a luz branca e fria é perfeita.

Distribuindo a iluminação.

iluminacao-led

Para criar um ambiente equilibrado e convidativo, a melhor dica é a combinação de diferentes tipos de iluminação, e uma distribuição que valorize todo o ambiente e que possa refletir a luminosidade entre as paredes e o teto, além de pontos de luz espalhados pelo teto com iluminação indireta, abajures e luminárias sob as mesas de leitura, luzes de LED branco em ambientes externos como jardins e refletores para grandes áreas externas.

Dicas para deixar o ambiente mais claro:

1- Antes de comprar lâmpadas, verifique a voltagem correta e o tamanho ideal.

2- Use as cores adequadas de lâmpadas para cada ambiente, seja interno ou externo.

lights-colors

3- Lâmpadas de LED são uma ótima escolha de custo-benefício, pois além de durarem mais, é muito difícil de se quebrar.

lampada-led

4-  A lâmpada espiral proporciona maior luminosidade em relação as lâmpadas em formato de U.

spiral-lamp

5- Escolha sempre por cores claras na decoração, mas tenha cuidado para não exagerar. Excesso de claridade é nocivo para a visão do trabalhador.

C.A.: O que significa e porque é tão importante?

Provavelmente você já ouviu falar do termo “Certificado de Aprovação” ou já se deparou com a sigla “C.A.” em sites de equipamento de proteção individual. Confira agora qual a importância desse certificado e qual o seu significado!

O que é Certificado de Aprovação do EPI?

ca-papel

O certificado de aprovação, ou C.A., é um documento expedido pelo Ministério do Trabalho e Emprego que garante a funcionalidade, resistência e qualidade de um EPI (Equipamento de Proteção Individual).
Segundo a regulamentação, por meio da NR-6, a regra é que todo e qualquer EPI, de origem nacional ou importada, só pode ser comercializado ou utilizado dentro das empresas se contiver a indicação do Certificado de Aprovação imposto pelo órgão nacional competente na questão da segurança e saúde no trabalho.

Qual a importância dos certificados de aprovação nos EPI’s?

ca-epi

Agora que você já sabe o que é um C.A, vamos conhecer melhor o que é um EPI: O Equipamento de Proteção Individual ou EPI é todo acessório ou dispositivo individual utilizado pelo trabalhador durante o expediente com a finalidade de protegê-lo dos riscos e ameaças a sua saúde. Dentre esses equipamentos temos: Óculos de proteção, luvas, botas, roupas especiais, capacetes, máscaras respiratórias, talabartes, cinturões de segurança, mangotes de raspa e muitos outros produtos.
Para garantir a funcionalidade de proteção desses materiais, é necessário que cada um dos produtos contenham o seu próprio C.A. Essa exigência é clara, pois antes de chegar aos pontos de venda, o EPI deve ser submetido a alguns testes específicos relacionados ao segmento em que se enquadra para assim poder garantir a eficácia de sua proteção e durabilidade.
Se o resultado desses testes for positivo, o EPI recebe então o seu C.A. e a autorização de comercialização.

Qual a validade de um C.A?

validade

Depende muito de equipamento para equipamento, mas se o EPI estiver próximo de vencer o C.A., o fabricante tem até 90 dias antes do prazo de vencimento para renovar o Certificado de Aprovação. Caso o equipamento de proteção individual ganhe uma característica que fuja do indicado do C.A. em vigor (por exemplo, o capacete era Classe A e agora a empresa só confecciona capacetes de proteção Classe B), o fabricante é obrigado a emitir um novo C.A. que abarque essa nova característica.
A informação de expiração do C.A. pode ser verificada no site do Ministério do Trabalho e Emprego.

Dicas:

1- Antes de comprar qualquer produto de EPI, verifique se a embalagem do produto não está violada e se apresenta informações claras e visíveis.

2- Não compre um produto de proteção individual caso ele não contenha C.A., sua procedência pode ser duvidosa.

epi-comprar-ca

3- Em caso de compras online, adquira seu EPI de sites confiáveis e que deixam o C.A. do EPI sempre visível.

4- Certifique-se que o C.A. é verdadeiro acessando sites especializados, como o site do TEM (Ministério do Trabalho e Emprego) e o ConsultaCA.

5- Atenção: Se o EPI quebrar ou se danificar ele deve ser trocado imediatamente, independente do prazo de validade do C.A.

 

Porcelanato e Mármore: Cuidados essenciais.

Aprenda como manter o mármore e o porcelanato sempre com boa aparência através dos cuidados necessários de limpeza pesada e diária. E descubra qual o melhor para seu ambiente de trabalho!

porcelain-first

Porcelanato e Mármore: Qual a diferença?

O porcelanato é um revestimento cerâmico reconhecido por sua beleza e rigidez. Com uso tanto externo como interno, ele se adequa á áreas de tráfego, lojas, escritórios e ambientes residenciais como banheiros, bancadas e cozinhas.
Já o mármore, que é uma pedra natural, não é indicada para ambientes externos por conta de sua alta absorção. Possuindo menos brilho que o porcelanato, o mármore é uma escolha fina e de alto custo.
Porém, ambas as matérias prima estão sujeitas a todo tipo de substância que podem causar corrosão, manchas e riscos, desde sua instalação e limpeza, até o processo de desgaste do tempo. Confira as dicas que nós do Gaveteiro separamos para manter o porcelanato e o mármore sempre em ótimo estado!

porcelanatovsmarmore

Cuidados Diários.

Por ser uma superfície muito porosa, o mármore pode se danificar por manchas de líquidos comuns, como vinho, café e refrigerantes através de sua alta absorção. Para mantê-lo sempre limpo, é necessário ter cuidado com o produto utilizado, evitando sempre abrasivos ou líquidos muito fortes que possam deixar marcas. Após escolher o material específico para a higienização do mármore, lembre-se sempre de diluí-lo em água e secar o local com um pano seco e limpo para evitar manchas. No caso de poeiras ou matérias sólidas, o uso de uma vassoura de cerdas macias resolve!
No caso do porcelanato, é fácil mantê-lo sempre limpo e brilhante durante a rotina, como varrer o local com uma vassoura de cerdas macias e em seguida passar um pano de chão molhado. Quando ocorrer o derramamento de líquidos, a solução é um pouco de água com detergente neutro diluído em água e pano seco para secar o local. Caso a sujeira permaneça, deixe a solução agir por um tempo antes de removê-la. Se a sujeira for de difícil remoção, utilize químicos específicos para esse tipo de piso.

marmore-limpeza

Limpeza Pós-Obra.

Com o objetivo de remover qualquer tipo de resíduo de obra, a limpeza pesada é indicada para até 14 dias após a aplicação do rejunte, evitando o aspecto encardido das peças. A primeira limpeza pós-obra deve ser realizada com cuidado e atenção por conta dos resquícios ainda presentes, como cimento e areia que se tornam grandes abrasivos e podem danificar o porcelanato ou mármore. Para retirar as sujidades com facilidade, indicamos materiais de limpeza especializados que trarão brilho ao revestimento e evitarão manchas superficiais.
No caso de rejunte sob as pedras, o uso de saponáceo agindo por alguns minutos e retirado com esponja (use a parte amarela da bucha!), já será o suficiente!

limpeza-pesada

O Que Evitar Durante a Limpeza.

Apesar da alta resistência, em ambos os casos alguns determinados compostos podem danificar as peças ou manchá-las, como os encontrados na lista abaixo:

– Ceras
– Ácidos
– Acetona
– Soda Caustica
– Amoníaco
– Sabão em pó
– Escovas de aço

Todos esses itens devem ser evitados na higienização de porcelanatos e mármores com o objetivo de não riscar, não manchar e nem fazer com que as peças percam o brilho.

 

Como Retirar Manchas. 

Quando escolhemos mármore ou porcelanato para decorar o ambiente, as dúvidas de limpeza surgem logo após a sua instalação: Como limpar, como tirar manchas, e quais produtos possuem melhor desempenho na limpeza são o ponto principal para seguir e manter a superfície sempre com brilho e boa aparência. Pensando nisso, nós do Gaveteiro fizemos uma tabela com as manchas mais recorrentes e qual o produto adequado que irá limpar o material sem danificá-lo. Confira e faça o teste!

manchas

TIPO DE MANCHA PRODUTO ADEQUADO
Bebida Alcóolica Detergente alcalino / Água sanitária
Óleos e Graxas Água quente + Detergente Alcalino
Tinta Removedor de Tinta
Café e Ferrugem Água sanitária / Saponáceo
Poeiras Detergente + Água fria
Chá e Refrigerante Água + Vinagre

 

7  Dicas!

1- Sempre que algum líquido cair sobre a peça, limpe imediatamente para evitar manchas.

2- Na hora de usar produtos químicos, não se esqueça de diluí-los em água em um recipiente antes de utilizá-lo no local necessário.

3- O uso de esponjas de aço ou abrasivos não é indicado de forma alguma. Para não riscar a peça de mármore ou de porcelanato, opte por panos ou esponjas macias.

soft-clean

4- Produtos químicos não indicados fazem a peça perder o brilho;

5- Em caso de dúvida, sempre busque orientação de casas de construção ou de produtos profissionais.

6- Para cortar o mármore ou o porcelanato, escolha o disco de corte correto. O mármore é muito mais maleável e fácil de cortar que o porcelanato, atente-se na hora de escolher para não danificar a peça.

marble-cut

7- O porcelanato é muito mais resistente que o mármore, contudo, ele risca mais fácil e não é tão fácil de trocá-lo, pois ele é muito mais duro. Então, o cuidado com o porcelanato é redobrado, mesmo ele sendo mais barato.

 

Copos: Uso e cuidados!

Confira agora a linha completa de copos de vidro resistentes, modernos e práticos que podem ser usados em bares, hotéis e restaurantes!

glass-banner

Entre o pingado no café da manhã e a cerveja no happy hour, existe uma enorme variedade de copos de vidro que buscam ressaltar o sabor, aroma e beleza das bebidas enquanto  atendem todos  os tipos de públicos, seja no bar, em restaurantes ou em hotéis.  Saiba tudo sobre como escolher e cuidar das diversas linhas de copos de vidro que se adaptam a diferentes segmentos profissionais!

Bares e Pubs.

Em bares, baladas e pubs encontramos copos que buscam atender clientes tanto na hora do cafezinho quanto na ingestão de drinks alcóolicos. Os copos mais usados em bares são os copos americanos, que servem tanto para café como para cerveja ou água, copos para vitaminas e batidas, tulipas e canecas para cerveja e chopp, copos para whisky e copos com a marca de fornecedores ou marcas de bebida. Todos possuem tamanhos e formas específicas que ressaltam a qualidade e sabor da bebida, deixando até a correria do dia a dia mais agradável.

bar-glasses

Restaurantes e Lanchonetes.

Nos ambientes focados na alimentação, onde a bebida é um acompanhamento, podemos encontrar copos americanos, copos para vitamina ou milkshake, taças de água, copos de refrigerante e de suco, taças de vinho para restaurantes mais refinados ou para jantares especiais, jarras de vidro pra suco, tulipas para cerveja e copos personalizados do local.

restaurant

Hotéis e Resorts. 

Em ambientes mais tranquilos e descontraídos onde encontramos pessoas de férias ou a trabalho, a presença de linhas diferenciadas que buscam atender clientes variados é comum, como copos coloridos, estampados, com design amassadinho, copos grandes para vitamina, copos para bebidas alcóolicas, tulipas e canecas para chopp, taças de água e de vinho, copos para suco e refrigerante, taças de caipirinha e jarras de suco.

hotel

Cuidados de armazenamento e limpeza:

-Ao manusear copos de vidro qualquer impacto pode trinca-los ou quebra-los. Tenha cuidado e não ofereça copos danificados aos clientes.

broken-glasses

– Todos os copos de vidro podem ser higienizados através de lava louças e guardados em geladeiras e freezers, além de serem resistentes ao calor do micro-ondas.

– Quando os copos forem lavados a mão, utilize o lado macio da esponja e acompanhe a limpeza com detergentes neutros. Evite palha de aço e saponáceos que podem causar arranhões e com o tempo deixam o vidro fosco e frágil.

wash-glass

– Evitando o uso de materiais pontiagudos e atritos intensos de talheres, o vidro não riscará nem criará microfissuras.

– Tome cuidado com as peças e evite choques mecânicos, como quedas e impactos. Assim, os copos terão maior vida útil, o que trará economia ao estabelecimento.

fall-glass

– Para limpar sujeiras mais resistentes, o uso de água morna + detergente neutro é a melhor escolha! Deixando o copo de molho por um tempo e lavando com o lado macio da esponja, o copo ficará limpo e sem riscos.

banner-confira-blog-movimentacao-copos

Movimentação e Elevação + Ergonomia = Segredo do sucesso para seu centro de cargas!

Entendendo como descarregar e carregar cargas, fica mais simples descobrir qual maquinário e acessórios são peça-chave para proteção das cargas e de quem as movimenta.

logistica

Além de controlar o que entra e sai do seu depósito de carga e descarga, tornar a movimentação e elevação de cargas mais ágil e segura é o segredo para ter ainda mais lucro e criar um ambiente de trabalho seguro para seus funcionários.

Movimentação e elevação: Sinônimo de Eficiência.

Dependendo do peso das cargas que você movimenta diariamente no ambiente de trabalho só a força braçal não é suficiente.  Para agilizar o serviço são necessários alguns itens e maquinários que tornam o andamento do trabalho melhor.

– Guinchos e talhas: Indicados para elevação de cargas diversas como motores, grandes estruturas, caixas maiores, canos etc.

talha

– Carrinhos de plataforma, armazém e abastecedores: Esses carrinhos são indicados para movimentação de caixas de frutas, caixas de papelão, alimentos perecíveis etc., e são para uso interno, ou seja, para movimentação e descarga dentro do ambiente de trabalho.

carro-plataforma

– Empilhadeiras e Transpalete: Empilhadeiras e transpaletes são os carrinhos corretos para carga e descarga de qualquer produto que chegar ou for despachado de sua empresa. Mesmo suportando mais peso, como este tipo de carrinho é hidráulico, o impacto sobre quem o manuseia é bem menor.

empilhadeira

– Acessórios pra proteção das cargas: Quando você envia cargas para outras localidades precisa ter certeza que a carga está segura e não vai cair pelo caminho. Por isso lonas, cintas de elevação, esticadores, grampos, sapatilhas, manilhas e ganchos são essenciais, pois tornam a locomoção da carga ainda mais segura e evitam acidentes.

cinta

Segurança do trabalhador: EPI.

Quando se movimentam cargas, além de pensar na agilidade do procedimento é imprescindível que o trabalhador esteja protegido contra acidentes, partículas volantes e impactos ocasionados por quedas de objetos. Por isso, a empresa deve fornecer os EPI’s necessários para proteção de seu funcionário.
Luvas de proteção, calçados de segurança com bico de aço, capacete de proteção da cabeça e óculos de proteção não podem faltar nesse tipo de ambiente.

luvas

Importante: Se o funcionário for manipular objetos e caixas com muito pó ou cargas químicas, o uso de máscaras de proteção contra partículas e gases é imprescindível.

Trabalhador e ergonomia.

Contando com todos os itens acima, já é possível melhorar e muito o trabalho dentro da empresa. Contudo, algumas regras de ergonomia devem ser seguidas para que o trabalhador não se machuque gravemente durante a jornada de trabalho.

– Limite de peso para elevação de caixas: 25 quilos para cargas em estruturas com até 75 cm, e 18 quilos para caixas que estão no chão. Mais peso que isso pode acabar lesionando a coluna do funcionário.

caixa-carregador

– Postura: Ao levantar uma caixa sem auxílio de maquinário específico, tente escolher a maneira que tenha menor impacto para a coluna. Se o trabalhador já teve problemas musculares ou de coluna o impacto deve ser maior nos membros inferiores do que nos membros superiores, isso ajuda a atenuar o peso.

– Caixas com 30 quilos ou mais: Não carregue, em hipótese alguma, caixas com mais de 30 quilos sem a ajuda de carrinhos de movimentação, transpaletes ou carrinhos hidráulicos.

– EPI ergonômico: Existem atualmente cintas ergonômicas que ajudam o funcionário a manter a postura correta e evitam lesões graves na coluna e nos membros superiores.

Dicas importantes:

Pessoas não habilitadas e com menos de 18 anos não podem manusear empilhadeiras. Verifique se o responsável por essa função atende as normas e leis estipuladas pelo Ministério do Trabalho.

– Fique de olho na qualidade das lonas e cintas que prendem as cargas. Produtos rasgados devem ser descartados.

lona

– O mesmo vale para EPI, se os equipamentos estiverem desgastados devem ser trocados por novos.

– Para segurar a carga em paletes, use filme stretch. Ele dá mais firmeza e segura os produtos no lugar.

banner-confira-blog-movimentacao-elevacao

 

O que é a NR-12 e como se adequar a ela?

Prevenindo acidentes e oferecendo um expediente seguro, conheça tudo sobre a lei que foi criada para garantir a proteção do colaborador dentro do ambiente industrial.

O que é a NR-12?

imagem ilustrando nr12

 

Criada pelo Ministério do Trabalho, a NR-12 é uma norma regulamentadora que foi desenvolvida e fundamentada com medidas que garantem a saúde e integridade física dos trabalhadores em relação á acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos e em diversas fases, desde a fabricação até a manutenção, além de ter requisitos de segurança sobre armazenagem, materiais, e eletricidade.

Pra que serve a NR-12?

A partir dos avanços sócios econômicos no Brasil durante os últimos anos, os negóciosepi para nr12 internacionais cresceram e a indústria brasileira ganhou uma posição de destaque, fazendo com que as leis regentes formulassem a NR-12.
Seu objetivo é, através do resultado de amplo estudo, garantir que os colaboradores da indústria tenham a saúde e integridade física, sempre estabelecida, como requisito mínimo dentro dos principais pontos abordados dentro da Norma Regulamentadora 12, como: Princípios Gerais, arranjo físico e instalações, Instalações e dispositivos elétricos, dispositivos de partida, acionamento e parada, sistemas de segurança, dispositivos de parada de emergência, meios de acesso permanentes, componentes pressurizados, transportadores de materiais, aspectos ergonômicos, riscos adicionais, manutenção, inspeção, preparação, ajustes e reparos, sinalização, manuais, procedimentos de trabalho e segurança, projeto, fabricação, importação, venda, locação, leilão, cessão a qualquer título, exposição e utilização, capacitação, outros requisitos específicos de segurança.

Adequação NR-12.

Para se adequar a NR-12 é necessário verificar se todas as máquinas estão em condições de uso e se o espaço de trabalho é adequado. Além disso, é de suma importância que a diretoria se envolva e invista em maquinário e manutenção,  conforme as normas regulamentadoras, para que nenhum imprevisto aconteça.
Para a segurança das máquinas e riscos e também para parte de sistemas e comandos relacionados à segurança das máquinas, a empresa precisa estar dentro da ABNT NBR ISO/2100 e ABNT NBR 14153.
Com ajuda de uma equipe integrada e um técnico de segurança competente é possível adequar corretamente todos os equipamentos industriais e saber quais são os EPI’s necessários para o trabalhador.

Como ter um ambiente seguro com a NR-12.

Com média de 3.000 mortes por ano no Brasil referentes á acidentes com máquinas e equipamentos, a NR-12 é sinônimo de segurança em primeiro lugar.
Através do planejamento de espaço, maquinário, recursos, tempo e informações, a execução da NR-12 recebe o auxílio de medidas de proteção que devem ser adotadas pelos contratantes para os usuários estarem seguros:  Proteção coletiva, administração de organização e proteção individual de acordo com as características das máquinas e equipamentos.
Para o colaborador ou a equipe estarem dentro da norma e protegidos durante o expediente, pode-se contar com a ajuda de proteções físicas como:

– Proteção Auditiva: Assegura que a audição do usuário durante o manuseamento ou proximidade com máquinas e equipamentos que emitem ruídos acima de 85dB, não irão afetar sua audição à longo prazo. Para esse tipo de proteção é necessário um abafador de ruídos ou um protetor auricular.

– Proteção Respiratória e Visual: É feita com filtros, máscaras PFF2, máscaras de solda passivas ou com máscaras para solda com auto escurecimento. Essas máscaras e filtros, além de proteger a visão de raios ultravioleta, infravermelho e luz visível, impedem a inalação de fumos metálicos, gases e poeiras, assegurando a proteção dos pulmões e vias respiratórias a curto e longo prazo.

– Vestimentas de raspa: Protegem o corpo, rosto e membros dos usuários, garantindo que fagulhas e partículas volantes não machuquem o colaborador durante o expediente, principalmente quando o funcionário fica em contato constante com máquinas de solda onde o risco de queimaduras são altos.

As vantagens do Policarbonato!

Mais resistente que o vidro, mais resistente que a melamina e mais resistente que o acrílico, conheça agora o material que não estilhaça, não lasca e não trinca!

policarbonato-material

Conheça o Policarbonato.

Desenvolvido de forma leve, arrojada, resistente e moderna, o Policarbonato consiste em uma cadeia longa formada por grupos unidos denominados “carbonato”, que são moldáveis quando aquecidos e recebem o nome de “Termoplásticos”.
Muito semelhante ao vidro, o policarbonato é um material 250 vezes mais resistente,  e possui propriedades que o tornam mais estáveis que a melamina, porcelana e o acrílico, o transformando em um material com alta durabilidade, onde a melhor parte é que todos os produtos confeccionados em policarbonato podem ser utilizados em freezer, micro-ondas, máquina de lavar louça e ainda não contaminam o alimento, não mancham e podem ser empilhados para economizar além de dinheiro, espaço!

policarbonato-material

Como utilizar o Policarbonato.

Utilizado em cozinhas industriais, domésticas e decorações, o Policarbonato  valoriza a apresentação dos alimentos de forma tecnológica e original, sempre acompanhando as tendências mundiais de gastronomia com peças versáteis e criativas. Confira a melhor forma de empregar esse material nas seguintes situações:

– Buffet:

Em ambientes onde uma grande quantidade de pessoas estão em contato com os mesmos produtos, como restaurantes self-service, é necessário um material resistente e duradouro, onde a escolha de itens como cubas, copos  e pratos de policarbonato são indispensáveis,  prolongando a vida útil dos mesmos em caso de quedas, altas e baixas temperaturas, proporcionando maior economia e praticidade para o dono do Buffet.

protecao-embalagem

– Eventos empresariais:

Oferecendo elegância e resistência, os produtos de policarbonato se encaixam perfeitamente em eventos e comemorações através de tulipas para cerveja, pratos elegance, taças que não quebram, copos variados, e travessas onde o alimento será servido. Evitando acidentes e maiores preocupações, os itens confeccionados em policarbonato não vão estilhaçar ou  trincar caso caiam no chão ou sofram algum impacto, afinal, a festa não pode parar!

empresarial

– Restaurantes:

Dos mais diversos segmentos culinários, itens resistentes com design moderno não podem ficar de fora! Com sopeiras, bandejas, saladeiras, travessas, diversos copos e pratos mais leves, cumbucas, taças, molheiras, galheteiros, e diversos utensílios, o policarbonato está presente garantido um visual diferenciado e economia em caso de quedas, afinal, com sua resistência e longa durabilidade, os produtos não precisarão ser repostos ou trocados tão cedo.

restaurante-policarbonato

– Padarias:

Além do pão fresquinho e do café com leite de manhã, muitas padarias trabalham com almoços e jantares, além de uma vasta variedade de doces, bebidas e lanchinhos. Pensando nisso, selecionamos alguns itens de que fazem a diferença nesse ambiente: Bandejas com tampa para deixar bolos expostos, copos e tulipas, colche para manter o alimento na temperatura ideal, pratos, porta sachê, ramequim e taças para mousses e saladas de frutas, travessas e bandejas  para servir.

Cuidados com o Policarbonato.

Assim como qualquer outro material, o policarbonato precisa de procedimentos adequados e produtos de limpeza que vão ajudar a prolongar sua vida útil, aparência e durabilidade.
Para limpá-lo da forma correta, é necessário remover as sujidades superficiais com  água e detergente líquido neutro e em seguida, com um pano de algodão, secá-lo.  Químicos como acetona, cloro, cândida, amônia e ácidos prejudicam o policarbonato e devem ser evitados.

6 dicas para empregar o policarbonato na sua rotina:

1- Talheres de aço podem ser utilizados tranquilamente com  produtos confeccionados em policarbonato, pois não riscam facilmente.

2- Disponíveis originalmente na cor transparente, o policarbonato permite maior visualização do alimento.

poli-trasnparente

3- Mais leves, resistentes e baratos que o vidro, o policarbonato é a melhor escolha para o segmento alimentício ou decorações.

4- Os utensílios de policarbonato são inúmeros, portanto, sempre haverá um que se encaixa no segmento desejado, seja um restaurante sofisticado da culinária japonesa, ou uma confeitaria.

5- Os itens de policarbonato resistem a temperaturas de 120ºC até -60ºC, podendo ser  utilizado em freezers e micro-ondas sem que quebrem ou danifiquem.

6-Quando limpos de forma correta, os utensílios duram em torno de dois anos sem apresentar qualquer alteração.

banner-confira-policarbonato