Back up: quando fazer?

Mesmo quem possui experiência em lidar com informática e conta com um escritório virtual bem configurado sabe que estas máquinas que facilitam a nossa vida não são totalmente confiáveis e, portanto, existe o risco de perder arquivos armazenados no computador.

back upPor conta disso, a melhor maneira de lidar com o fato é, sem duvida, a prevenção através de cópias que sejam armazenadas em locais seguros. No caso de computadores pessoais, o prejuízo de perder dados pode causar dores de cabeça, mas quando se fala de empresas, perder informações certamente traz consequências ainda mais graves.

Para as empresas, os dados armazenados são como parte do seu patrimônio, onde constam informações sobre clientes, contratos, relatórios, contabilidade e uma infinidade de arquivos extensos, que custaram horas de trabalho e que são de grande importância para o bom andamento dos negócios.

pendrives back upPara proteger tudo isto, nada melhor do que fazer back up, que nada mais é do que criar cópias dos dados e guardá-los em locais de fácil acesso para eventualidades. Para saber quando criar estas copias, basta identificar com que frequência a consulta de informações é feita.

Quem possui, por exemplo, um pequeno comércio, deve fazer uma cópia que possa ser atualizada diariamente. Quem está criando um relatório, pode atualizar a cópia sempre que inserir novos dados, prevenindo a perda das novas inclusões. Para quem deseja salvar a pasta pessoal com milhares de musicas, pode criar uma cópia em um pendrive apenas uma vez para guardá-los em local seguro.

Enfim, a frequência do back up, se diária, semanal ou mensal, depende do tipo de trabalho e das consequências que a perda de dados causaria. Via de regra, quanto mais importantes forem estes dados, mais frequente deve ser a criação ou atualização de cópias.

back up escritorioQuanto aos equipamentos de informática para realizar back up, existem diversas opções no mercado e, tudo depende do tipo da necessidade e da quantidade de dados. Empresas de pequeno porte podem utilizar servidores específicos, com esquemas de replicação de dados.

Usuários domésticos podem lançar mão de pen drive, CD, DVD ou mesmo um HD externo, próprio para este fim. Quem optar por gravar informações importantes em servidores virtuais, pode aproveitar os serviços gratuitos do Google, que oferece amplo espaço de armazenamento para usuários registrados.

Guardar fotos no Flickr e no Picasa Web também são opções on-line válidas, sendo que nem sempre as mesmas ficarão expostas a todos os usuários da internet, bastando para isto, que seja selecionada a opção de não compartilhamento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s